sexta-feira, 4 de julho, 2014

Entre os dias 05 de julho e 03 de agosto de 2014 acontece o 45º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o mais importante festival de música clássica da América Latina.

O tradicional evento oferece uma extensa programação de concertos, a maioria gratuitos, com a participação de prestigiados artistas e grupos convidados, nacionais e internacionais, que se apresentam pelos diversos palcos oficiais espalhados pela cidade, como o Auditório Cláudio Santoro, o Espaço Cultural Dr. Além e a Praça do Capivari, entre outros, além da Sala São Paulo, na capital paulista.

A abertura oficial acontece no dia 05/07, com a Osesp, os Coros da Osesp e Acadêmico da Osesp, o barítono Paulo Szot e solistas convidados, executando a Nona Sinfonia de Beethoven, sob a regência de Marin Alsop; e o encerramento, no dia 03/08, com a Osesp sob a regência de Giancarlo Guerrero, tendo como solista convidado o violonista Manuel Barrueco. Ambos os concertos acontecem no Auditório Cláudio Santoro, em Campos do Jordão.

Orquestra do Festival, formada pelos bolsistas dessa edição, apresenta-se em quatro concertos, sob a regência de Marin Alsop(19/07, Auditório Cláudio Santoro; 20/07, Sala São Paulo) e de Giancarlo Guerrero (26/07, Auditório Cláudio Santoro; 27/07, Sala São Paulo). Antes disso, os bolsistas se apresentarão em concertos de câmara (11 e 13/07), sob a regência de Marin Alsop, em Campos do Jordão.

A programação artística terá 27 concertos de orquestras e bandas sinfônicas, entre as mais importantes do Brasil, como a Osesp, aOrquestra Sinfônica Brasileira, a Filarmônica de Minas Gerais, a Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo, aOrquestra do Theatro São Pedro e a Orquestra Petrobras Sinfônica.

Entre os regentes, além de Marin Alsop e Giancarlo Guerrero, destacam-se Marcelo Lehninger, Cláudio Cruz, Roberto MinczukFabio Mechetti, John Neschling e Luiz Fernando Malheiro.

A jovem compositora inglesa Anna Clyne (atual residente da Sinfônica de Chicago) será a compositora convidada dessa edição, ministrando aulas para a classe de composição e tendo várias obras executadas ao longo da programação, em estreia latino-americana, pela Orquestra do Festival e por grupos convidados.

Outros artistas de destaque são o Escher String Quartet (de Nova York), como grupo residente do Festival; os pianistas brasileirosArnaldo Cohen, Jean Louis Steuerman e o jovem Cristian Budu (vencedor do prestigioso Concurso Internacional de Piano Clara Haskil, na Suíça); o pianista russo Kirill Gerstein; o trompista alemão Stefan Dohr (1ª trompa da Filarmônica de Berlim); e o violinista spalla da Osesp Emmanuele Baldini (como professor, solista e regente).

O Festival apresentará ainda dois ciclos dedicados a compositores que têm seus nascimentos celebrados em 2014: Guerra-Peixe 100 e Richard Strauss 150.

Desde sua criação, o Festival de Inverno de Campos do Jordão prima pela excelência pedagógica, recebendo bolsistas de todo o Brasil e do mundo, que convivem durante três semanas de intensa atividade musical, com aulas teóricas, de prática orquestral e de câmara, sob a orientação de professores de renome internacional. Entre os professores de destaque desta edição, estão o flautista norte-americanoRanson Wilson, o oboísta brasileiro radicado na Alemanha Washington Barella e o clarinetista inglês Mark van de Wiel (1º clarinete na Orquestra Philharmonia de Londres), o violinista Daniel Guedes (UFRJ) e o fagotista Fábio Cury (OSTM -SP).

O Festival é uma realização da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Fundação Osesp, a Prefeitura de Campos do Jordão e a iniciativa privada, contando com um orçamento de R$ 7,4 milhões em 2014. O evento tem direção executiva de Marcelo Lopes, direção artística de Arthur Nestrovski, coordenação artístico-pedagógica de Fábio Zanon e consultoria artística de Marin Alsop.

Patrocínio: Bradesco

Apoio: Algar Telecom | Vigor (Faixa Azul) | Veja | Folha de S. Paulo | CBN | Prefeitura de Campos do Jordão

Apoio Educacional: Fritz Dobbert

 

NÚCLEO PEDAGÓGICO DO FESTIVAL

No Castelo de Campos estão concentradas as atividades pedagógicas do Festival de Inverno de Campos do Jordão. Os 145 bolsistas dessa edição, distribuídos em classes de 16 instrumentos, composição e regência, assistem aulas e masterclasses ministradas por cerca de 40 professores, entre os melhores do país e do mundo, além de terem hospedagem, alimentação e transporte inteiramente custeados pelo Festival.

O diálogo entre o núcleo pedagógico e a programação artística se mantém, já que muitos dos professores também se apresentam nos concertos, como solistas ou integrantes dos grupos convidados.

Na classe de regência, os professores serão Marin Alsop (regente titular da OSESP e da Sinfônica de Baltimore) e Giancarlo Guerrero(regente da Sinfônica de Nashville), que também atuam à frente dos programas da Orquestra do Festival. Os bolsistas de regência subirão ao pódio para reger a Orquestra Sinfônica de São José dos Campos.

Nessa edição, a novidade é que os alunos do Festival terão a primeira semana totalmente dedicada à prática de música de câmara, dividindo-se em três grupos – orquestra de cordas, grupo de sopros e conjunto de metais –, que se apresentarão em dois concertos sob a regência de Marin Alsop (11 e 13/07). Nas outras duas semanas, eles prepararão os programas da Orquestra do Festival, de repertório tecnicamente exigente, que inclui a Rapsódia sobre um tema de Paganini, de Rachmaninov, com o pianista russo Boris Giltburg como solista, a 5ª Sinfonia de Shostakovich, a 1ª Sinfonia de Beethoven, a Sinfonia Tropical de Mignone e Os Pinheiros de Roma de Respighi.

A  inglesa Anna Clyne (atual residente da Sinfônica de Chicago) será a compositora convidada do Festival, permanecendo duas semanas com os alunos de composição, além de ter várias obras executadas ao longo da programação. O Quarteto Radamés Gnattali será o grupo residente da classe de composição.

Escher String Quartet, de Nova York, quarteto residente do Festival, dará aulas durante uma semana, além de se apresentar em dois concertos.

Entre os artistas convidados, ministrarão masterclasses os pianistas brasileiros Arnaldo Cohen e Jean Louis Steuerman, o fagotista alemão Klaus Thünemann, o trompetista ítalo-suíço Giuliano Sommerhalder (apoio: Yamaha); e serão professores do Festival o trompista alemão Stefan Dohr, o flautista norte-americano Ransom Wilson, o oboísta brasileiro radicado na Alemanha Washington Barella e o clarinetista inglês Mark van de Wiel (1º clarinete na Orquestra Philharmonia de Londres).

Continuam a parceria com o Festival a Royal Academy of Music de Londres, o Real Conservatório de Haia e a Juilliard School de Nova York, e, como novidade, a École Normale de Musique de Paris inicia sua parceria com o evento. Todas as instituições parceiras enviarão grupos de alunos e/ou professores ao Festival e oferecerão possibilidades de intercâmbio aos bolsistas que se destacarem nessa edição.

Este ano, o Festival recebeu 50 bolsistas de canto no 1º Festival Coral de Campos do Jordão, realizado de 14 a 20 de abril de 2014, e não oferecerá classes de canto.

PROFESSORES ESTRANGEIROS

Marin Alsop (EUA; regente titular da Osesp e da Sinfônica de Baltimore): regência

Giancarlo Guerrero (Costa Rica; regente da Sinfônica de Nashville): regência

Anna Clyne (Inglaterra; compositora residente da Sinfônica de Chicago): composição

Adam Barnett-Hart (EUA; Escher String Quartet): violino

Aaron Boyd (EUA; Escher String Quartet): violino

Pierre Lapointe (EUA; Escher String Quartet): viola

Asdis Valdimarsdottir (Islândia; Conservatório de Haia): viola

Jo Cole (Inglaterra; chefe do departamento de cordas da Royal Academy of Music): violoncelo

Dane Johansen (EUA; Escher String Quartet): violoncelo

Roland Pidoux (França; École Normale de Musique de Paris): violoncelo

Cristian Braica (Orquestra Sinfônica de Frankfurt): contrabaixo

Ransom Wilson (EUA; Universidade de Yale): flauta

Mark van de Wiel (Inglaterra; Royal Academy of Music e Orquestra Philharmonia): clarinete

Klaus Thünemann (Alemanha): fagote

Giuliano Sommerhalder (Itália): trompete

Stefan Dohr (Alemanha; Filarmônica de Berlim): trompa

Miguel Sánchez (Venezuela): trombone

Eduardo Fernández (Uruguai): violão

PROFESSORES BRASILEIROS

Emmanuele Baldini (OSESP): violino

Daniel Guedes (UFRJ): violino

Carla Rincôn (Quarteto Radamés Gnattali): violino

Elisa Fukuda (Camerata Fukuda): violino

Horácio Schaefer (OSESP): viola

Hugo Pilger (Quarteto Radamés Gnatalli) violoncelo

André Geiger (OSB): contrabaixo

Pedro Gadelha (OSESP): materclass contrabaixo

Alexandre Rosa (OSESP): masterclass contrabaixo

Marcelo Barboza (OSTM-SP): flauta

Washington Barella (Universidade das Artes de Berlim): oboé

Arcádio Minczuk (OSESP): oboé

Ovanir Buosi (OSESP): clarinete

Fabio Cury (OSTM – SP): fagote

Flavio Gabriel (OSESP): trompete

Luiz Garcia (OSTM – SP): trompa

Dárcio Gianelli (OSESP): trombone

Wagner Polistchuk (OSESP): trombone

Eduardo Leandro (Universidade Stony Brook, EUA): percussão

Eduardo Gianesella (OSESP): percussão

Liuba Klevtsova (OSESP): harpa

Paola Baron (OSTM – SP): masterclass harpa

Jean Louis Steuerman: piano

Cristian Budumarterclass piano

Arnaldo Cohen (Universidade de Indiana em Bloomington): marterclass piano

PRÊMIOS E BOLSAS

Prêmio Eleazar de Carvalho, oferecido pela Secretaria Estadual de Cultura, por intermédio da Fundação Osesp, contemplará o bolsista que mais se destacar nessa edição, concedendo a ele uma bolsa de US$ 1,4 mil (um mil e quatrocentos dólares) mensais para estudar por um período de até nove meses em uma instituição estrangeira de sua escolha, além de ter cobertas as despesas de translado entre o Brasil e o exterior.

As instituições internacionais parceiras – Juilliard School de Nova York, Royal Academy of Music de Londres, o Conservatório Real de Haiae a École Normale de Musique de Paris – oferecerão bolsas de estudo, com todas as despesas pagas, por diferentes períodos, para alunos brasileiros selecionados.

  

PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA

O Festival terá 27 concertos de orquestras e bandas sinfônicas, entre as mais importantes do Brasil, como a Osesp, a Orquestra Sinfônica Brasileira, a Filarmônica de Minas Gerais, a Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo, a Orquestra do Theatro São Pedro e a Orquestra Petrobras Sinfônica

Entre os regentes, além de Marin Alsop e Giancarlo Guerrero, destacam-se Marcelo Lehninger, Cláudio Cruz, Roberto MinczukFabio MechettiJohn Neschling e Luiz Fernando Malheiro.

Os pianistas terão grande participação no Festival, incluindo os brasileiros Arnaldo CohenJean Louis Steuerman (em recital solo e com a Petrobrás Sinfônica), o jovem Cristian Budu (vencedor do prestigioso Concurso Internacional de Piano Clara Haskil, na Suíça),Débora Halász (radicada na Alemanha), em duo com Paulo Álvares (com a Orquestra de Câmara da Osesp), e ainda Linda Bustani eFlávio Varani. Entre os internacionais, destacam-se os russos Kirill Gerstein (em recital solo e com a Osesp) e Boris Giltburg (com a Orquestra do Festival), a ucraniana Valentina Lisitsa e a jovem uzbequistana Tamila Salimdjanova.

Também os instrumentistas de sopro têm espaço privilegiado na programação, com destaque para o trompista alemão Stefan Dohr (1ª trompa da Filarmônica de Berlim), o flautista norte-americano Ransom Wilson, o oboísta brasileiro radicado na Alemanha, Washington Barella, o clarinetista inglês Mark van de Wiel (1º clarinete na Orquestra Philharmonia de Londres) e o fagotista brasileiro Fabio Cury(OSTM – SP).

Outros solistas de destaque são os violonistas Eduardo Fernández, do Uruguai, e Manuel Barrueco, cubano-americano; os violinistasDaniel Guedes e Emmanuele Baldinispalla da Osesp (em recital); e o contrabaixista Alexandre Rosa, da Osesp (em um inusitado recital solo).

Entre os grupos de câmara, o destaque internacional é o jovem Escher String Quartet, de Nova York, e, entre os nacionais estão oQuarteto Osesp, dois Quintetos de Sopros da Osesp, a Orquestra de Câmara da Osesp (regência: Emmanuele Baldini), a Camerata Fukuda e os quartetos da Cidade de São Paulo, Radamés Gnatalli Camargo Guarnieri. Também os grupos de música contemporânea eletroacústica estarão presentes, como a Camerata Aberta e o Estúdio PanAroma, dirigido por Flo Meneses.

Uma série de obras da compositora inglesa convidada Anna Clyne (cuja peça Night Ferry foi interpretada pela Osesp nessa Temporada), terão estreia latino-americana ao longo da programação, sendo interpretadas pela Orquestra do Festival e por grupos convidados. A programação apresentará ainda dois ciclos dedicados a compositores que têm seus nascimentos celebrados em 2014: Guerra-Peixe 100Richard Strauss 150.

 

DESTAQUES INTERNACIONAIS

Marin Alsop (EUA; Osesp e Sinfônica de Baltimore): regente

Giancarlo Guerrero (Costa Rica; Sinfônica de Nashville): regente

Kirill Gerstein (Russia): piano

Manuel Barrueco (Cuba-EUA): violão

Boris Giltburg (Russia): piano

Valentina Lisitsa (Ucrânia): piano

Stefan Dohr (Alemanha; Filarmônica de Berlim): trompa

Tamila Salimdjanova (Uzbequistão): piano

Ransom Wilson (EUA; Universidade de Yale): flauta

Mark van de Wiel (Inglaterra; Royal Academy of Music e Orquestra Philharmonia): clarinete

Eduardo Fernández (Uruguai): violão

Escher String Quartet (EUA): quarteto de cordas residente do Festival

DESTAQUES NACIONAIS

Marcelo Lehninger (regente associado da Sinfônica de Boston e titular da Sinfônica de New West, LA): regente

Cláudio Cruz (Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo): regente

Roberto Minczuk (Orquestra Sinfônica Brasileira): regente

Fabio Mechetti (Filarmônica de Minas Gerais): regente

John Neschling (Orquestra Sinfônia do Teatro Municipal de São Paulo): regente

Luiz Fernando Malheiro (Orquestra Sinfônica do Theatro São Pedro): regente

Emmanuele Baldini (Orquestra de Câmara da Osesp): regente

Arnaldo Cohen (Universidade de Indiana em Bloomington): piano

Jean Louis Steuerman: piano

Cristian Budu: piano

 

EM BREVE, PROGRAMAÇÃO COMPLETA NO SITE:

http://www.festivalcamposdojordao.org.br/programacao

 

 

Fonte: Osesp (http://www.festivalcamposdojordao.org.br/noticias/)

Comentários:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *