governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro promovem oficina de expressão vocal em abril e maio

Dividida em quatro encontros, atividade será conduzida pela especialista Cecília Valentim; primeira ação será dia 20 de abril (sexta-feira), às 16h00

Em abril e maio, o Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro, em Campos do Jordão, – instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, geridas pela ACAM Portinari, recebem a cantora, terapeuta e educadora vocal Cecília Valentim para o projeto Viver o Canto. A ação será dividida em quatro etapas ao longo dos meses e consiste em uma Oficina Continuada de Expressão Vocal. O primeiro encontro é dia 20 de abril (sexta-feira), às 16h00.

Na ação, o participante encontrará um caminho para aperfeiçoamento vocal e para a expressão pessoal, dissolvendo estruturas enrijecidas e crenças que limitam sua voz. No âmbito coletivo, a prática em conjunto, permitirá abrir e treinar a percepção para constituir uma afinação coletiva e gerar uma harmonia integrada e interativa entre todos os integrantes.

Viver o Canto utiliza como fio condutor a abordagem da Arte do Ser Cantante, criada pela professora.  Essencialmente vivencial, trabalha o progresso e a expressão vocal em sua totalidade, por cinco dimensões que ocorrem simultaneamente: corporal, emocional, cognitiva, musical e poética. O trabalho acontece em dois momentos que se inter-relacionam, em ressonância com as possibilidades do grupo: o desenvolvimento e a expressão vocal e a prática de repertório em conjunto.

Cecília Valentim é mestre em Psicologia da Arte pelo Instituto de Psicologia da USP, graduada em Música/Canto pela Faculdade de Artes Santa Marcelina e foi aluna e assistente de H.J. Koellreutter por 12 anos. Especializou-se em Música Antiga na Inglaterra e na Espanha. Formou-se em Healing Voice e Overtone Chanting na Inglaterra. 

Pioneira no Brasil e inovadora na Arte do Canto como caminho de transformação pessoal e expressão, Cecília criou a abordagem A Arte do Ser Cantante e, com ela, realiza atividades em seu próprio espaço, instituições e empresas, tanto individualmente como em grupos. Há mais de 30 anos vem aprimorando e levando seu conhecimento como artista, terapeuta e educadora para diferentes lugares no Brasil e exterior.

O Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro ficam localizados à avenida Dr. Luis Arrobas Martins, 1.880. O telefone para informações é (12) 3662-6000. O horário de funcionamento é das 9h00 às 18h00. A entrada é  R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia – estudante e idoso) e gratuita aos domingos. Conheça nossa política de gratuidade no www.museufelicialeirner.org.br/expediente-e-ingresso.

Serviço:

Viver o Canto: Oficina Continuada de Expressão Vocal

(1º encontro)

Datas: 20/04/2018 (sexta-feira)

Local: Museu Felícia Leirner – Auditório Claudio Santoro (Av. Dr. Luis Arrobas Martins, nº 1.880,  Alto da Boa Vista – Campos do Jordão/SP)

Horário: Às 16h00

Informações: (12) 3662-6000

Entrada: inteira R$10,00 e meia R$5,00 (estudante e idoso) – gratuita aos domingos (conheça nossa política de gratuidade no www.museufelicialeirner.org.br/expediente-e-ingresso)

#SejaSolidário – os visitantes poderão contribuir com a doação de brinquedos, que serão destinados a instituições de caridade do município

 


 

 

Atendimento à imprensa:
Pixxis – (11) 2626.0286 (16) 3941.1010
www.pixxis.com.br
André Luís Rezende – (16) 9.8142-4299
andrerezende@pixxis.com.br
Juliana Dias – (16) 9.9233-1823
juliana@pixxis.com.br
Felipe Teruel – (16) 9.8136.8163
felipeteruel@pixxis.com.br

Secretaria da Cultura do Estado:
Gisele Turteltaub – (11) 3339-8162 – gisele@sp.gov.br
Damaris Rota – (11) 3339-8308 – drota@sp.gov.br
Gabriela Carvalho – (11) 3339-8070 – gabrielacarvalho@sp.gov.br
Marina Teles – (11) 3339-8164 – marina.teles@fsb.com.br
Stephanie Gomes – (11) 3339-8243 – stgomes@sp.gov.br

2 ideias sobre “Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro promovem oficina de expressão vocal em abril e maio

  1. Ana Lídia Bustamante Levenhagem

    Boa tarde! Excelente iniciativa. A cidade está precisando dessas convivências. Seria ótimo fazer essa colocação aos jovens ( nas escolas). Garanto que seria um “despertar” pra eles. Pois eles não tem muito incentivo em navegar a esses “sites”. Mas parabéns!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *